Aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas

Aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas

O Aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas (IATA: VCP, ICAO: SBKP) está localizado a 20 quilômetros do centro de Campinas e a 99 quilômetros da capital paulista. O aeroporto é referência do crescimento industrial da cidade de Campinas, e movimenta primariamente o tráfego de cargas.

Atualmente, representa o segundo maior terminal aéreo de cargas do país, responsável por 18,1% do movimento total de cargas nos aeroportos. Em 2007, registrou um fluxo de cargas embarcadas e desembarcadas em vôos internacionais de cerca de 228.239 toneladas. De cada três toneladas de mercadorias exportadas e importadas, uma passa pelo aeroporto. O Terminal de Logística de Carga de Importação e Exportação possui uma área de mais de 81 mil metros quadrados, com capacidade de processar até 720 mil toneladas de carga aérea por ano.

Devido a sua localização geográfica privilegiada - um dos mais importantes polos tecnológicos do país -, o Aeroporto Internacional de Viracopos conta também com um completo Centro de Treinamento para os envolvidos em atividades aeroportuárias nas áreas de Carga e Security (segurança da aviação civil), além do curso de Transporte de Cargas Perigosas (DGR - Dangerous Goods), dentre outros.

Histórico

Viracopos teve sua construção iniciada pelo governador Adhemar Pereira de Barros e foi inaugurado em 1960, junto com a geração do jato. Sua longa pista de 3.240m x 45m foi construída para receber com segurança os quadrimotores a jato de primeira geração: Comet, VC-10, DC-8, Convair 880, 990 e Boeing 707. Com a crescente utilização desses tipos de aeronave, a partir de 1958, era imperativo poder contar com um aeroporto de alternativa para o Galeão, na época o único com pistas longas o suficiente para receber os jatos. E a busca de um local de condições climáticas apontou para a construção de um novo aeroporto internacional nessa área, cujo clima garante a ocorrência de boas condições atmosféricas na maior parte do ano, fator essencial para a operação com aeronaves de grande porte.

Não é raro que grande parte dos aeroportos do centro-sul do Brasil fechem ou operem por instrumentos nos dias de atuação de frentes frias. Contudo, Viracopos, pode permanecer aberto recebendo os voos destinados a outros aeroportos que estejam temporariamente sem condições de operação.

O acerto da localização, sob o ponto de vista operacional, no entanto, criou um obstáculo comercial: Viracopos passou a ser aeroporto mais distante da cidade que originalmente desejava servir: São Paulo (de algumas partes da capital paulista, a distância ultrapassa os cem quilômetros). Este foi e continua sendo o principal entrave para a consolidação de VCP ao recebimento de aeronaves de passageiros. Existem projetos da construção de um sistema de trens de alta velocidade ligando Viracopos ao Aeroporto de Cumbica para solucionar-se esse problema, porém, o custo elevado tem adiado o início da execução das obras.

O governo federal irá realizar uma licitação em 2010 para fazer a concessão para alguma empresa construir e operar o TAV (trem de alta velocidade) que irá fazer a ligação de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. Em Campinas haverá duas estações, uma no centro da cidade e outra no aeroporto de Viracopos. Haverá uma estação em São Paulo, outra no aeroporto de Guarulhos, em São José dos Campos, em Barra Mansa ou Volta Redonda e duas no Rio de Janeiro, sendo uma delas no aeroporto do Galeão.

Aeroporto Internacional de Viracopos - Campinas
Rodovia Santos Dumont, KM 66 - Campinas - SP - 13051-970
(19) 3725-5000 - 3725-5183


Fonte: Wikipedia




  Sobre o EncontraCampinas
Fale com EncontraCampinas
Anuncie no EncontraCampinas
Cadastre sua Empresa no EncontraCampinas (grátis)



Termos EncontraCampinas | Privacidade EncontraCampinas
Bandeira de Campinas