Campinas: Pontos de parada do TAV são discutidos em encontro

Representantes de cidades que podem fazer parte do percurso do trem de alta velocidade (TAV) que vai ligar Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, discutiram pontos polêmicos do projeto nesta terça-feira (1°) em São Paulo.

Segundo o secretário de Urbanismo de Campinas Hélio Carlos Jarretta possíveis pontos de parada do trem, no centro da cidade e no aeroporto de Viracopos, são estratégicos e descartou problemas com desapropriação. “São traçados que utilizam já caminhos pré-determinados pela prefeitura e leitos ferroviários antigos e quando chegar ao centro da cidade evidentemente que o trem de alta velocidade vai virar subterrâneo”, afirma o secretário.

O próximo passo é a entrega das propostas de empresas interessadas em participar da licitação. O diretor da Agência Nacional de Transportes (ANTT) disse que o governo não deve prorrogar o prazo.

Nove especialistas internacionais sobre as tecnologias usadas em outros países. A obra deve custar cerca de R$ 33 bilhões. O vencedor da licitação vai ser a empresa ou grupo de consórcio que oferecer a menor tarifa por quilômetro.



Fonte: EpCampinas

Campinas: Pontos de parada do TAV são discutidos em encontro
Rate this post




Deixe seu comentário