A Estação Cultura Campinas “Prefeito Antônio da Costa Santos”, também conhecida como Estação de Campinas, Estação Central de Campinas ou Estação da Fepasa, é a antiga estação ferroviária central da cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo, no Brasil. Desde 2002, funciona como um centro cultural.

Inaugurada em 1872, foi tombada como patrimônio histórico e cultural da cidade em 1982. Serviu como estação ferroviária até 15 de março de 2001, data em que partiu o último trem de passageiros, com destino a Araraquara.

Estação Cultura Campinas

No mesmo ano, em razão da futura desativação da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), o então Prefeito Antônio da Costa Santos, o Toninho, com autorização da União, transformou o espaço num centro cultural, administrado pela Prefeitura.

A inauguração da Estação Cultura aconteceu em 11 de agosto de 2002[1], exatos 130 anos após ter sido realizada a viagem inaugural do trem que ligava Jundiaí a Campinas. Toninho não chegou a ver a Estação Cultura inaugurada, pois ainda em 10 setembro de 2001, ele foi assassinado. Em 09 de setembro de 2011, em sua homenagem, o então prefeito Demétrio Vilagra assina o decreto municipal nº 17.402, publicado no Diário Oficial do Município no dia 12 de setembro em que nomeia Estação Cultura Prefeito Antônio da Costa Santos o complexo cultural.

Estação Cultura Campinas Estacionamento

Estacionamento gratuito.

Estação Cultura Campinas Eventos

É um importante espaço multifuncional da cidade, palco de apresentações artísticas diversas, como a Virada Cultural Paulistas, eventos alternativos e encontros de food trucks, entre outros.

Estação Cultura Campinas Cursos

A FUMEC – Fundação Municipal para Educação Comunitária, instituída nos termos da Lei 5830/87 como Fundação de caráter privado, vinculada à Secretaria Municipal de Educação, mantenedora inicialmente do programa de Pré-Escola em espaços cedidos pela comunidade nas 5 regiões do município e do programa de alfabetização EJA I – Educação de Jovens e Adultos – (anos iniciais do Ensino Fundamental).

Em abril de 1991, nos termos da Lei 6.422, altera a natureza e personalidade jurídica para de direito público, incluindo no seu objeto institucional a implantação de cursos profissionalizantes além de garantir o atendimento à situações emergenciais da Secretaria Municipal de Educação – SME.

Em 2001, foram iniciadas as tratativas para que a Educação Profissional fosse implementada, tendo sido reformado espaço de galpão da Estação Cultura antiga estação ferroviária de Campinas, e em 2004 criada a nova unidade da FUMEC de Educação Profissional Ceprocamp – Centro de Educação Profissional de Campinas, na área central do município denominada – Prefeito Antônio da Costa Santos.

Atualmente, a FUMEC desenvolve diversos programas de EJA – Educação de Jovens, Adultos e Idosos, construído por comissão instituída com essa finalidade em Agosto de 2014, ouvidos através da representação na referida comissão todos os docentes, diretores e sindicato da categoria, com as seguintes denominações dos 4 (quatro) programas com professores alfabetizadores:



  • Programa EJA I e CREJA para Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Anos Iniciais – 1º ao 5º) do Ensino Fundamental.
  • Programa “Consolidando a Escolaridade” – Para Analfabetos Funcionais, de reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.
  • Programa EALV – Educação Ampliada ao Longo da Vida, para pessoas com deficiência intelectual que estiveram nas salas de EJA I por muito tempo, ou idosos que buscam convivência.
  • Programa PAA – de Apoio à Alfabetização em EMEFs – Escola Municipais de Ensino Fundamental para os alunos com defasagem na aprendizagem do 1º ao 9º anos, com reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.
  • Para a Educação Profissional a Fumec desenvolve através das Unidades do CEPROCAMP – Centro de Educação Profissional de Campinas – Ceprocamp, Centro, Satélite Íris e nos CEMEPs – Centros de Educação de EJAs e Educação Profissional, 6 (seis) cursos técnicos de Ensino Médio, 20 cursos de Qualificação Profissional e o programa EJA – Profissões.

Estação Cultura Campinas Emprego

A Estação Cultura, em Campinas (SP), recebeu a “Feira de Oportunidades” com ofertas de vagas de emprego e estágio. Com estandes de empresas e instituições parceiras que ofereceram as oportunidades para jovens, a partir de 14 anos.

As vagas, no geral, foram para as áreas de telemarketing, saúde, administração, vendas, setor operacional e liderança. As oportunidades de estágio foram para estudantes de ensino médio, ensino superior e curso técnico.

Horário de Funcionamento Estação Cultura Campinas

  • Diariamente das 8h às 22h

Onde Fica, Endereço e Telefone Estação Cultura Campinas

  • Praça Mal Floriano Peixoto – Vila Rialto, Campinas – SP
  • Telefone: (19) 3705-8000

Outras informações e site

Estação Cultura Campinas Fotos

Estação Cultura Campinas Fotos

Mapa de localização

Estação Cultura Campinas
5 (100%) 1 voto